7 janeiro, 2016  |   

Uso consciente da água

agua

A mudança de alguns hábitos podem ajudar e muito na economia de água

Você já parou para pensar no quanto a água é importante no nosso dia a dia? Muita gente não se dá conta disso até ficar com as torneiras secas. O Estado de São Paulo vive a pior crise hídrica de sua história. No início de novembro, os reservatórios do Sistema Cantareira registravam 10% de sua capacidade do segundo “volume morto”, conforme a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp).

A partir do uso consciente da água, podemos contribuir para que esta situação não se agrave ainda mais. É possível adotar esta prática sem prejuízo às nossas necessidades diárias. Isso é importante não apenas porque implica em economia financeira, mas principalmente porque criamos uma nova mentalidade perante nossas famílias e a comunidade. Confira abaixo algumas dicas sobre uso consciente, coloque em prática, compartilhe e seja você também um agente dessa mudança.

Banho: cinco minutos no chuveiro são suficientes. A economia melhora ainda mais se o registro for fechado enquanto nos ensaboamos. São 90 litros de água a menos que vão para o ralo.

Escovar os dentes: ao fechar a torneira enquanto escova os dentes e enxaguar a boca com um copo de água, uma pessoa consegue economizar cerca de 11,5 litros.

Lavar o rosto ou barbear-se: as regras são as mesmas da escovação; seja rápido e lembre-se de fechar a torneira entre as etapas. Dá para economizar até três litros de água.

Vaso sanitário: não use a privada como lixeira e evite acionar a descarga à toa. A dica é trocar a válvula de acionamento por sistemas mais modernos, que reduzem em até 6 litros o consumo. E fique atento a vazamentos e defeitos da válvula.

Lavagem de louça: primeiro remova bem todos os restos de comida dos utensílios. Ensaboe tudo e, só então, abra a torneira para o enxágue. Se tiver máquina de lavar, só use quando estiver cheia.

Lavagem de roupas: junte bastante roupa suja antes de ligar a máquina ou usar o tanque. Procure usar a lavadora no máximo três vezes por semana.

Jardim: dispense a mangueira e use um regador para molhar as plantas.

Calçada: nesses dias de crise hídrica, dispense a lavagem da calçada e limite-se a varrer e recolher o lixo. Se for mesmo necessário, aproveite a água de reuso coletada.

Carro: use um balde e um pano ao invés de uma mangueira. Se preferir recorra ao lava-rápido, mas dê preferência aos estabelecimentos que trabalham com água de reuso.

Reuso: a água que cai do chuveiro ou a do tanque/máquina de lavar roupas, se armazenada, pode ser reutilizada para lavar o quintal ou a área de serviço. Se você tem chuveiro a gás, antes de abrir o registro coloque um balde para recolher a água que seria desperdiçada até ficar aquecida. Por ser totalmente limpa, esta água pode até ser usada para lavar roupas.

Fonte: Sabesp

Palácio do Pão - © 2017